segunda-feira, 11 de fevereiro de 2008

AMAR, MAIS QUE VIVER !



Dos cabelos
escorria a graça
e banhava
a beleza do rosto;
dos olhos
nascia a vida;
nos lábios,
cor de maçã
e gosto de paixão,
um sorriso puro;
só isso, e pronto...
mais clara, linda
e iluminada
ficava qualquer manhã;
pintei seu retrato
com letras, lágrimas e versos;
juntei todo amor de mim
e o meu poema
deu frutos e filhos
( muitos sonhos );
então dormi
e me aconcheguei
na eternidade...
pra nunca mais
ver dias vazios;
pra nunca mais
me perder de você !



(Tadeu Paulo -- 2008-02-03)
Tadeu Paulo
Publicado no Recanto das Letras em 11/02/2008
Código do texto: T854688

4 comentários:

cacau disse...

Pai-poesia, adorei visitar teu blog, fiquei aqui curtindo por algum tempo, degustando cada verso.
É sempre muito bom te ler, grande poeta...Aprendo muito com vc!

Beijos de admiração e carinho.

Filha-poesia

Jake disse...

Breatny_Spears - Baby One More Time

Ivan disse...

Sorry. Look please here

Bel disse...

Querido poeta, teus versos são carícias que faz à sua amada, pois consigo imaginar cada gesto terno seu, desde que começou a escrever este poema até seu maravilhoso final...mas final? Versos assim não deveriam ter um final porque os olhos correm aflitos a procura de mais, é como se ao terminar o poema temos que acender a luz da realidade e sair deste sonho lindo que você nos proporciona. É simplesmente magia o que vc faz com seus leitores e em particular, eu, sua maior fã.Que Deus te ilumine e que continue com esta doçura de poesia que a cada dia encanta e enternece os corações. Parabéns, querido. Beijos