terça-feira, 28 de julho de 2009

QUANTO AMOR; QUANTO AMAR?



sobre o amor,
posso escrever
muitas linhas;
inúmeros versos;
construir várias,
incontáveis poesias...
mas não posso
amar mais que
uma única e
derradeira vez,
nem ter mais
do que um único,
lindo e terminal amor...
porque ele é como a vida
que tenho e respiro:
só uma !



(Tadeu Paulo -- 2009-06-01)





Nenhum comentário: