sexta-feira, 10 de abril de 2009

O SILÊNCIO . . .






o silêncio
talvez seja
a mais expressiva
das formas de falar;
ele não cala o coração
nem a mente apaixonados;
ao poeta, o silêncio
é o “grito” que faz
do artista o próprio lirismo,
e o torna -- o poeta –
simples e pura poesia;
pois seus olhos são versos
que vêem e absorvem
o seu eu em cada linha;
e suas mãos
são rimas bailarinas
que não se esgotam
no ato de criar;
sou silêncio, por isso...
...sou poeta !



(Tadeu Paulo -- 2009-03-17)

Nenhum comentário: