quarta-feira, 9 de maio de 2007

A ORAÇÃO DA LUZ . . .




Luz, que te bebo
dos olhos ao
espírito das sombras;
luz, que te recebo
clara ou negra,
e na minha alma
te percebo;

luz que te enxerga
-- a ti --
no limiar do sem-fim;

luz que não
se dobra ao Sol,
mas se abriga, sim . . .
no mar de amor
que se abre
e cheira como flor
e no sabor
que te sinto..
e que tanto
quero em mim,

clareia, pois, e também,
pro meu solitário canto,
o seu melhor caminho . .
que daí, iluminado e seguro,
feliz eu vou sozinho!



(Tadeu Paulo - 2007)
Publicado no Recanto das Letras em 08/05/2007Código do texto: T479652

2 comentários:

Bel disse...

Tadeu, meu poeta querido.
Esta luz já te acompanha desde a sua concepção. Você é iluminado por Jesus e te foi dado o dom mais lindo: de encantar os corações com sua poesia. Que tua luz brilhe mais e mais ...Parabéns pela brilhante poesia.Beijos

Silvânia Sávia disse...

"Oração da Luz"... A mais bela expressão do puro lirismo nestes versos em forma de oração!
Luz do Amor infinito...
Luz resplandecente e penetrante... Aquela que indescritivelmente embriaga a alma e que nos invade...
Luz que extasia e irradia, deixando-nos em “estado de graça”...
Poema de maravilhosa profundidade de sentimentos. Divinamente belo, meu brilhante Poeta!