domingo, 6 de maio de 2007

DE RUAS E SAUDADES






Na rua vazia,
vadia a solidão caminha
-- nua --
e no meu peito uma dor crua
-- sombria --
me lembra o medo de uma ausência:
-- a tua !
(Tadeu Paulo - 2006)

Publicado no Recanto das Letras em 31/01/2007Código do texto: T365090

2 comentários:

Silvânia Sávia disse...

O vazio de uma solidão... A dor de uma saudade... O medo sentido por uma ausência...
Neste poemeto você sintetiza maravilhosamente o seu sentimento mais puro de uma dor que lhe vem da alma! Lindo!

Bel disse...

LINDO POEMETO.
Sentimentos a flor da pele e o peito apertado, com vontade de chorar. Sabe expor tanto sentimentos em algumas linhas. Lindo demais!!