sexta-feira, 9 de fevereiro de 2007

ESTOU SÓ...



Estou só,
duelando com a minha solidão,
esgrimindo com minha alma,
querendo perfurar meu coração dolorido..
Choro de saudades e emoção,
sofrendo com esse imenso
e profundo vazio
Vivo à-toa e vadio...
perdido,
tateando as profundezas de minha mente
e me afogando aos poucos.
Se morrer, agora,
cumpri o meu destino
de ser amado e amante,
de brilhar sob a luz de meu amor...
de me apagar, se ele se for..

(14/09/2006)
Tadeu Paulo
Publicado no Recanto das Letras em 09/02/2007
Código do texto: T374533

Um comentário:

fer_sigmiranda disse...

Hoje é a primeira vez q leio seus poemas,e to adorando são lindos cheios de emoção.
Parabens.
Maravilhoso.
Obrigado por compartilhar.